Skip to content

O desafio de amar

maio 31, 2010

Com o dia dos namorados se aproximando, o que mais vemos por aí são propagandas e comerciais falando para você presentear o seu amor, demonstrar o seu amor, surpreender o seu amor, blablabla amor… amor, amor. O dia das mães passou recentemente e fomos bombardeadas outra vez com propagandas do tipo mostre à sua mãe o quanto você a ama, demonstre seu amor, blablabla amor. É legal tudo isso, mas por que será que as propagandas sempre falam para você demonstrar o seu amor a alguém que você teoricamente já ama? E o que será que verdadeiramente significa demonstrar o seu amor?

A Bíblia já traz a resposta para as duas coisas. É muito mais fácil demonstrar amor a alguém que já nos é querido. Isso é o que qualquer um faria, e é o que a mídia nos seduz a fazer em toda e qualquer ocasião especial. Mas Jesus foi além, e nos chama a ir também:

 Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. (…) Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa vocês receberão? Até os publicanos fazem isso! E se saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos, como perfeito é o Pai celestial de vocês.  (Mateus 5:44-48).

Sim. Ah, quantas vezes já não desejamos que esta parte não estivesse no Sermão da Montanha! A Palavra de Deus é clara: o que é que tem de mais amar a quem é fácil de amar, quem te faz bem…? Nada! Qualquer um faz isso. Agora, amar aqueles que nos perseguem, nos afrontam, fofocam sobre nós, fazem acusações, puxam nosso tapete… isso não fazemos sozinhas. Não é o que qualquer um faria.

Amor-perfeito

Amor-perfeito

Seria desesperançoso parar por aqui desejando boa sorte a todas. Graças a Deus, a Palavra nos traz o exemplo supremo de quem demonstrou amor, de forma perfeita e para aqueles que o perseguiam:  Jesus Cristo! Ele amou aqueles que o perseguiam… e sabemos que não foi um amor da boca pra fora, mas sincero, porque foi demonstrado através do que verdadeiramente é o amor = serviço.

E aí percebemos o quão enganosas são as propagandas. Amar não é (apenas) falar que ama, dar presente porque ama, telefonar porque ama. Amar é servir. Gosto de uma autora que define amor como o sacrifício de si mesmo. Não conheço definição mais precisa. Amar é sacrificar minhas vontades, meus desejos, meu eu, em favor da pessoa que eu amo. Vai muuuuito além do presentinho. Muito além do carinho. E muito – mas muito mesmo – além do meu sentimento. É uma decisão de servir!

Olhe para Jesus! Que diferença real e permanente faria na sua vida se Ele tivesse vindo aqui e dito “Eu te amo”, te desse um abraço, um celular novo e fosse embora?? Nenhuma. Mas a sua vida é (ou pode ser) transformada porque Ele serviu. Ele deu a Sua vida para que você pudesse ter a Vida. Isso é amor!! E só pra lembrar, Ele não fez isso porque você merecesse ou fosse fácil de amar, não não! Ele o fez porque Ele é amor e te ama apesar de você ser o que é.

Então, se Jesus veio à Terra e foi capaz de amar verdadeiramente, demonstrando serviço inclusive àqueles que o levaram à cruz, pela graça divina Ele nos chama e nos capacita para isso! Para um amor verdadeiro, que serve, e que serve mesmo quando nada recebemos. Mesmo quando sua mãe não vê que você limpou a geladeira. Mesmo quando seu marido não repara que você arrumou – de novo! – o armário dele. Mesmo quando seus alunos da escola dominical reclamam da cor dos slides que você preparou. Mesmo quando seu colega de trabalho diz que adorou o seu trabalho e pelas costas fala horrores de você. Percebe o quanto esses exemplos ficam minúsculos quando o nosso referencial é Cristo?

Que Deus nos ajude no desafio de amar, de escolher sacrificar nossos desejos e vontades, servindo os que estão à nossa volta… quer eles percebam ou não!

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. Luiz (marido) permalink
    maio 31, 2010 4:04 pm

    Você já arrumou meu armário???? Ou é só um exemplo?? Beijos..

    • maio 31, 2010 6:01 pm

      Hehe… nunca arrumei o seu armário… no nosso caso, o mais provável é você arrumar o meu!! 🙂
      foi só um exemplo… beijos

  2. Elaine permalink
    maio 31, 2010 4:25 pm

    Obrigada Naná!! eu precisava muito dessas palavras pra começar a semana… Buscar me abastecer de amor verdadeiro na fonte certa que é Cristo…

    Deus te abençõe vc e seu marido

    Bjs Elaine

    • maio 31, 2010 6:03 pm

      Que bom Elaine! Eu também precisava muito delas… é sempre bom lembrar o quanto não temos desculpas para não demonstrar amor servindo aos outros!
      Bjo enorme pra vc e o maridão

  3. Neia permalink
    junho 1, 2010 12:00 am

    Amar, é decisão!!!! O primeiro passo é o mais difícil, depois é só deixar rolar heheheh. Bjs que Deus continue abençoando vcs.

  4. Débora permalink
    dezembro 14, 2012 3:11 am

    Olá! Como não a conheço pessoalmente, fico na dúvida se devo chamá-la de Ana Márcia ou de Naná… Acabo de conhecer seu blog e já assinei!
    Bem, eu me chamo Débora, tenho 31 anos, sou casada há quase 7 e tenho uma filha de quase 2 anos. Assim como você, sou professora (só que do ensino fundamental e médio) e também sou cristã. Fiquei muito feliz de encontrar seu blog mesmo, por ver que tem um conteúdo edificante e que é uma pessoa que enfrenta as mesmas coisas que eu…
    Eu também desejo de todo o coração agradar ao Senhor Jesus e este post em especial veio trazer uma mensagem que eu precisava relembrar. Ô desafio grande esse de amar uma pessoa que me prejudicou no trabalho! Esses versículos do evangelho de Mateus me fizeram repensar…
    Obrigada! Que Deus continue abençoando a sua vida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: