Skip to content

Orando para decidir…

julho 16, 2010

Como fiquei bastante tempo postando mais sobre o que “diverte”, em assuntos relacionados à Copa, tomei esta sexta-feira emprestada para falar de algo que aprendi durante essa semana e tenho orado para saber aplicar.

Estou lendo um livro da Elizabeth George (pra variar) sobre oração. O título do livro é “A woman’s call to prayer”, e o subtítulo diz “tornando realidade o seu desejo de orar”. Estou gostando bastante dele, já senti que é um daqueles livros que eu vou ter que ler umas cinco vezes…

Essa semana, li um capítulo sobre decisões. Na vida, somos cheias delas, o tempo todo! Temos que decidir se vamos aceitar uma proposta de emprego, se vamos trocar de carro, se vamos aceitar um convite de casamento, se vamos convidar alguém para uma festa, se vamos viajar ou economizar… sem mencionar as triviais decisões do nosso dia a dia, quanto ao que comer, que roupa usar, etc etc. A vida é repleta de decisões, e concordo com quem disse que nós somos o resultado das nossas decisões. Acho que é até por isso que considero o ato de decidir algo tão importante.

Pois bem. A Bíblia, como nosso manual de vida, traz resposta para muitas questões, e na maioria isso já nos ajuda a decidir. A Bíblia diz que sim, a Bíblia diz que não. A Bíblia diz que eu não devo mentir, então não preciso pensar muito para decidir se devo ou não obedecer o diretor que me manda mentir no telefone. Mas… e quando a Bíblia não diz?

Existem as chamadas “áreas cinzentas”, aquelas para as quais Deus não nos deixou a resposta clara e evidente na Bíblia. Você não vai encontrar na Bíblia se deve fazer enfermagem ou arquitetura na faculdade. Não vai encontrar se deve se casar aos 20 ou aos 30 anos, e se o seu vestido pode ou não pode ser tomara-que-caia (a dúvida cruel de quase toda noiva que eu já conheci, menos eu, que já por natureza não gosto do modelito). Nem se você deve passar Natal na sua sogra ou na sua mãe. Não vai encontrar se deve aceitar uma excelente proposta de emprego para morar no exterior. A Bíblia não traz todas as respostas. Mas ela tem direcionamentos para que saibamos decidir.

Só que tem mais! Para as áreas cinzentas, a Bíblia traz sim os direcionamentos. Mas as decisões frente a áreas cinzentas… não são universais. Ou seja, diante destas decisões para as quais a Bíblia não nos dá o direcionamento preciso, outros fatores também pesam.

Para você pode não ser problema casar de tomara-que-caia, porque você leu tudo sobre modéstia na Bíblia,e não foi sem noção a ponto de fazer um tomara-que-caia-já-caindo-caiiiiiu, e fez um vestidinho bonitinho, decente e do jeito que você queria. Para outra noiva, o pastor pode simplesmente se recusar a fazer o casamento, ainda que o tomara-que-caia seja praticamente de gola alta.

Para você, morar nove meses no exterior no emprego da sua vida realizando o seu sonho de realização profissional pode significar deixar seu marido aqui. Para outra pessoa solteira, pode significar arrumar as malas, passar nove meses maravilhosos e receber visitas todo mês. No primeiro caso, acho que seria uma má escolha. No segundo…. que beleza!

Ou seja, existem vários fatores envolvidos. E aí, minha amiga… precisamos orar.

Orar, orar, orar e muito. E, se orando muito, ainda não tivermos certeza se estamos fazendo certo, o melhor é NÃO fazer!

” tudo o que não provém da fé é pecado.” ( Romanos 14:23b)

No livro, Elizabeth George lista alguns itens sobre os quais devemos nos perguntar e também perguntar a Deus em oração, quando temos que decidir sobre algum destes aspectos duvidosos, ou cinzentos, para os quais não encontramos a resposta direta na Palavra de Deus. São eles:

  • É demais para mim? Vou dar conta de fazer isso e dar glórias ao nome dEle?

” Portanto, também nós, uma vez rodeado por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta.” (Heb 12:1 – grifo meu)

  • É útil, conveniente, trará benefícios a alguém?

” Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine.” (1 Coríntios 6:12)

  • É o que Jesus faria na mesma situação?

” Aquele que afirma que permanece nEle, deve andar como Ele andou.”  (1 João 2:6)

  • Se eu decidir por isso, isto pode demonstrar um bom testemunho, espalhar as boas novas ou me dar chances de testemunhar a alguém?

“Sejam sábios no procedimento com os de fora; aproveitem ao máximo todas as oportunidades.” ( Colossenses 4:5)

  • Isto me fará crescer em Cristo?

“Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas nem tudo edifica.” ( 1 Coríntios 10:23 – grifo meu)

  • Deus será glorificado com isso?

“Assim, quer vocês comam, ou bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” (1 Coríntios 10:31)

  • Esta decisão dará um bom exemplo aos meus irmãos e irmãs em Cristo? Isto vai fortalecê-los ou escandalizá-los?

“Portanto, se aquilo que eu como leva o meu irmão a pecar, nunca mais comerei carne, para não fazer meu irmão pecar.” ( 1 Coríntios 8:13)

Creio que meditar sobre estas questões e orar sobre elas pode nos ajudar a pesar aspectos importantes e eternos diante das decisões que a vida nos impõe. Creio que pode nos ajudar a decidir com fé… se nos dispusermos a colocar aos pés de Cristo todas as decisões da nossa vida e pedir a Ele que nos ajude a ter fé, sabedoria, entendimento e coragem para fazer escolhas certas e de acordo com a Sua vontade!

Que Deus nos ajude continuamente a saber parar, orar, avaliar e então tomar decisões!

Beijos e um excelente final de semana!

Naná… 

Anúncios
11 Comentários leave one →
  1. julho 16, 2010 12:16 pm

    Estou sem palavras, de tanto que a cabeça esta pensando e processando !

    • julho 19, 2010 2:41 pm

      oi Cintya! acho que estas palavras tem mesmo este efeito… de nos fazer processar e processar… é o que tem acontecido comigo também!!!
      que Deus nos ajude a cada dia!!
      beijos

  2. Elaine Buchhorn permalink
    julho 16, 2010 1:54 pm

    OI Naná!!!
    Td bem? Muito inspirativo o seu post de hj. Sério! Tenho pensado bastante tb sobre a vontade de Deus. Bjs.

    • julho 19, 2010 2:42 pm

      Elaine, você por aqui!!! Que legal…
      Obrigada pelo incentivo … e que Deus nos ajude a decidir sempre pelo melhor!
      beijos

  3. Juliana permalink
    julho 16, 2010 2:06 pm

    Caramba Nana!!

    Faço minhas as palavras da Cintya….quanto teremos que refletir (e orar) nesse fim de semana!!!

    Obrigada!

  4. Fernanda permalink
    julho 17, 2010 6:45 am

    Obrigada Nana!!!! Preciso com certeza orar mais! E, colocar tudo aos pes da Cruz! A gente fica tao ocupada e corre tanto com os afazeres da casa, o marido e as criancas, o trabalho na igreja e tantas outras coisas e aquele precioso tempo de oracao e entrega ao Senhor vai ficando de lado! Senti-me muito exortada ao ler este post! Agradeco a Deus por sua vida e que ELE continue a usa-la muito mesmo. Toda hora e gloria a ELE! Bom final de semana! xx
    Fernanda

  5. Day Dumiense permalink
    julho 19, 2010 1:31 pm

    Silêncio total.
    Estou como Cintya e Juliana.
    Que Deus permaneça no amor em nos ajudar.

  6. Néia permalink
    julho 19, 2010 10:02 pm

    Que o Senhor Jesus esteja sempre´`a frente de nossas decisões. Agora quanto ao Natal…………?????????????? heheheh. Bjs

  7. maio 18, 2011 6:17 pm

    Seu espaço está muito lindo, até copiei algumas linhas sobre tomando decisões… muito importante. Vou também procurar esse livro, me interessei em ler. Que Deus te ilumine!Paz.

  8. DANIELE permalink
    fevereiro 26, 2013 8:38 pm

    OBRIGADO PELAS PALAVRAS AQUI COLOCADAS, EU HPJE ESTOU DIANTE A UMA DECISÃO DE MUITO PESO, E ESTAREI COLOCANDO DIANTE DE DEUS DESTA FORMA!
    OBRIGADO E QUE O SENHOR JESUS TE ABENÇOE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: