Skip to content

Livro: A vida de uma mulher de negócios

setembro 22, 2010

Como fiel leitora de todas as publicações possíveis e disponíveis da Elizabeth George, tenho como um de meus livros preferidos este, que deu o nome ao post de hoje: “A vida de uma mulher de negócios”. Gostaria de recomendar fortemente a leitura dele, seja você jovem, adulta, mais adulta, casada, solteira, namorada, noiva, mãe de filhos, avó de netos, hehehe… etc etc. O livro é excelente, me ajudou muito e continua ajudando até hoje.

Devo dizer que achei a tradução do título um pouco ingrata (se foi você quem traduziu, por favor não me leve a mal, são só preferências pessoais! hehe). É que acho que não reflete exatamente o conteúdo do livro. O original em inglês,  chamado “Life management for Busy women”, reflete mais. Quando pensamos em uma mulher de negócios, somos levadas a pensar nas mulheres de tailleur que passam a semana toda fora de casa, etc etc. E o propósito do livro não é direcionado só para elas, mas sim para busy women, ou seja, mulheres ocupadas. Bem, se você não é uma mulher ocupada, a Bíblia recomenda que você seja (Tito 2:5), trate de arrumar o que fazer! hehe

Enfim, o livro fala sobre como nós, mulheres em qualquer fase da vida, podemos viver uma vida disciplinada. Quando comprei este livro, preciso dizer que comprei com medo. Viver de forma disciplinada sempre foi um desafio para mim, embora muita gente me ache metódica e bastante organizada (uma breve conversa com a minha mãe e meu marido certamente mudariam seu ponto de vista). Tentava horrores me disciplinar em relação à alimentação, exercícios físicos, leitura da palavra de Deus, relacionamentos, etc etc… e toda segunda-feira ou todo mês de janeiro eu ia muito bem, mas depois….

O livro trata exatamente disso: quais as disciplinas que devemos cultivar e lutar para que sejam hábito em nossa vida, o motivo pelo qual são necessárias, bases bíblicas para isso… e como fazê-lo. Veja as áreas que ela aborda no livro:

  •  Sua vida espiritual – sem dúvida a principal e mais importante; a autora fala sobre a paixão que devemos desenvolver pela Palavra de Deus e pelo nosso relacionamento com Ele, e depois dá disciplinas que devemos cultivar para manter nossa vida espiritual em ordem, mediante o estudo da Palavra e a oração.
  • Sua saúde – somos o templo do Espírito, e precisamos cuidar da nossa saúde e também da nossa aparência. Alimentação balanceada, um bom padrão de sono, atividade física, andar bem arrumada… são disciplinas que a mulher cristã pode e deve cultivar, sem fazer com que elas sejam nossas prioridades! Gostei muito da visão dela, porque em alguns lugares dá-se a impressão de que a mulher piedosa é aquela que tem um excelente relacionamento com Deus, cuida bem do marido e dos filhos mas não se arruma, vive de cabelo em pé, veste o que tem pela frente, não entende naaaada de moda e se orgulha disso…. não é bem por aí não!
  • Sua casa –  a mulher é chamada a criar um lar, um lugar que sirva de edificação para todos os que estão à sua volta. Isto envolve disciplinar e cuidar bem de seu casamento (se você é casada), de seus filhos (se você tem filhos), e de sua casa, deixando-a arrumada, aconchegante, um lugar gostoso, em que as pessoas queiram estar! Ela mostra que não é preciso ter muito dinheiro para fazer da nossa casa um lar, basta o desejo de querer fazer isso acontecer e um pouquinho de criatividade… o lar tem muito mais a ver com a “atmosfera” e o capricho presente em pequenas coisas do que com a decoração suntuosa e impessoal de uma mansão.
  • Suas finanças – a mulher sábia não precisa ser expert em finanças, mas precisa conhecer princípios básicos para administrar o seu dinheiro. Precisa entender de aplicações. Precisa saber economizar… e precisa saber gastar!
  • Seus relacionamentos – amigos, família… a mulher ocupada às vezes se perde em tantas outras coisas que negligencia sua vida social… precisamos de amigos, e precisamos estar sempre próximos à nossa família, seja ela a que vive em nossa casa, seja ela a “estendida”. E, dentro disso, surgirão conflitos… que a mulher ocupada pode deixar de lado porque não tem tempo para resolver. Mas, Deus quer algo diferente!
  • Seus pensamentos – onde começam nossas ações! Se não estiverem disciplinados, dificilmente nossas atitudes caminharão neste sentido.
  • Seu ministério – sim! Toda mulher deve ter um ministério, envolver-se em um. Você já tem o seu?
  • Seu tempo!!! Como fazer os dias e minutos da nossa vida renderem mais!

Enfim, este é um breve sumário do livro. Gostei demais porque ele é muito prático, e desafia algumas de nossas “crenças” em relação à vida de uma mulher ocupada. Mostra que viver o plano de Deus em nossa vida significa mesmo trabalho árduo e constante, e que todas as áreas abordadas neste livro, desde a minha vontade de andar bem arrumada à forma como eu gasto meu décimo terceiro salário… refletem o que está em meu coração, ou seja: é assunto espiritual. Se é espiritual, a Bíblia pode nos direcionar quanto a isso! E, se é espiritual, devemos nos empenhar para fazer tudo isso com excelência!

Recomendo a leitura, e espero que você se junte a mim na batalha diária de querer viver o melhor para Deus, numa vida ocupada sim, mas ocupada de coisas que fazem sentido!

Beijos,

Naná… 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: