Skip to content

Noiva, atriz e de cabelo liso

outubro 18, 2010

“As coisas encobertas pertencem ao SENHOR, o nosso Deus, mas as reveladas pertencem a nós e aos nossos filhos para sempre, para que sigamos todas as palavras desta lei.” (Deuteronômio 29:29)

Quando eu era pequena, participei de um projeto na escola que era a construção de uma árvore gigante que seria erguida no prédio da ONU em Nova Iorque, no ano 2000. Escolas de várias cidades do mundo foram selecionadas e cada criança deveria pintar um papel em forma de folha de árvore, com o tema que quisesse, e as nossas folhinhas seriam parte desta árvore. Lembro que a professora perguntou pra gente, o que a gente achava que estaria fazendo no ano 2000?

Puxa, ano DOIS MIL… comecei a pensar. Bom, no ano 2.000 eu estaria com 18 anos. Meus pais elegeram como regra da casa que só poderíamos namorar depois dos 17, então, no meu raciocínio lógico de 9 anos de idade, aos 18 eu já estaria não apenas namorando, mas prestes a me casar (ainda não sabia com quem, porque toda vez que eu sonhava com o meu casamento na infância, o noivo aparecia com um saco de pão na cabeça!!! Prometo, eu nunca vi a cara dele!!) . Estaria terminando a faculdade de não sei bem o que (nunca sonhei em ser bailarina, nem atriz nem modelo. OK… atriz eu sonhei vai), e teria o cabelo bem comprido e liso, que eu ia poder jogar de um lado pro outro que nem faziam as meninas do “colegial”. Sério, essa foi a minha resposta.

Pois bem. No ano 2.000, eu já havia descoberto que o fato de meus pais só me deixarem namorar aos 17 não significava exatamente que no dia seguinte haveria uma fila em minha porta e eu só teria que analisar currículos e fazer a melhor opção. Não não. Aos 18, eu ainda estava solteira e nunca tinha tido um namorado, aliás, nem um “rolinho”. Aos 18, eu estava recém-chegada na faculdade de Enfermagem… e o meu cabelo, bem, o meu cabelo…  digamos que “ele mudou” na puberdade! Hahaha… ele enrolou, enrolou, enrolou… e jogá-lo de um lado para o outro que nem as meninas do colegial seria um processo arriscado do ponto de vista estético.

Errei tudo!!! Mas continuo querendo saber o futuro. Deus, em sua infinita bondade e misericórdia, não me permite saber o futuro, e sabe o que eu descobri? Que isso é muito bom!

Se eu soubesse que ia ser enfermeira, talvez eu não tivesse me interessado tanto por literatura e redação na escola, e teria mais dificuldades em escrever e dar aulas, que é o que mais faço hoje. Se eu soubesse que, dentro da Enfermagem, eu escolheria o ensino e pesquisa, talvez eu nem teria investido um bom dinheiro no meu estetoscópio e aparelho de medir pressão, que hoje uso em viagens missionárias eventualmente. Se eu soubesse que ia me casar aos 26 anos, talvez não tivesse lido livros sobre namoro aos 15-16 anos, achando que isso era alguma coisa para eu só me preocupar aos 24!!! Se o saco de pão rasgasse no meu sonho um dia e eu tivesse conseguido ver o rosto do Luiz, haha, seria poupada de algum sofrimento… mas teria aprendido bem menos.  Se eu soubesse que meu cabelo enrolaria, talvez eu fosse passar máquina dois uma vez por mês! hahahaha… enfim…. se eu soubesse o futuro, talvez eu teria deixado Deus me preparar bem menos para ele! E estragaria tudo. James C. Petty chama isso de “conhecimento tóxico”. Faria mal a nós. Acharíamos que temos algum controle sobre a nossa vida.

Não tente adivinhar os detalhes encobertos da sua vida. Atente para o que Deus já revelou: a Sua Palavra. Viva isso… e do resto, Ele cuida!!

Beijos e uma ótima semana!!

Naná…

Anúncios
10 Comentários leave one →
  1. outubro 18, 2010 1:42 pm

    Naná, esse post me fez lembrar das longas tardes em casa com minha mãe fazendo hidratação no nosso cabelo enqto sonhavamos com eles lisos, escorridos e brilhantes igual as propagandas de shampoo (rs) !!!

    Beijos!

    • outubro 19, 2010 6:09 pm

      haha… como eu te disse, consigo lembrar das ampolinhas inclusive!!

      bons tempos aqueles… 🙂

      beijos!

  2. Neia permalink
    outubro 18, 2010 2:14 pm

    É verdade!!!Do resto Ele cuida !!Uma ótima semana e que Deus abençoe vcs

  3. Fernanda permalink
    outubro 18, 2010 2:49 pm

    Oi Nana!

    Dei boas risadas aqui lendo o seu post (ainda mais a parte do cabelo, que eh uma coisa que a gente parece estar sempre tentando mudar, ne?!), mas tambem fiquei muito tocada com a maneira simples que voce tocou em algo tao profundo! Ainda bem mesmo que Deus não nos deixa saber nosso futuro. Ele nos da tudo o que precisamos agora ne?! Dificil eh manter isso em mente 24/7. Obrigada por compartilhar. Que ELE nos ajude sempre a confiar em seus retos propositos! Boa semana! Bjs

    • outubro 19, 2010 6:10 pm

      Obrigada, Fernanda!

      Bom saber que outras pessoas também passam pelas mesmas experiências… inclusive a do cabelo! hahaha

      Beijos

  4. Olivia permalink
    outubro 18, 2010 3:45 pm

    Obrigada Naná… estava precisando “ouvir” isso!
    Também adorei ler o seu post!

    Boa semana!

  5. Meliuce permalink
    outubro 18, 2010 9:21 pm

    Legal Nana! Que bom que vc se interssou por redacao! Essa redacao foi mto boa 🙂 Obrigada por sharing!

    • outubro 19, 2010 6:12 pm

      Mel Parziale!
      Adorei ver vc por aqui.

      Feel free to come back anytime you want!

      Saudades

      Beijos e fandangos

      Naná

  6. Fernanda Carini permalink
    outubro 19, 2010 8:13 pm

    Sempre de maneira leve, delicada, alegre e sutil nos leva a refletir sobre algo tão profundo…
    Ah, quanto ao cabelo, veja bem…com a progressiva até é possivel jogá-lo de um lado para o outro, daquele jeito que não sei como o pescoço não quebra Hehehehe
    Saudades,
    Fer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: