Skip to content

No meio do caminho…

novembro 22, 2010

Desde o meu último post, dia 09 de novembro, algumas coisas mudaram.

Antes eu postava da Bahia, agora estou postando de São Paulo. Antes eu postava olhando o mar, agora escrevo olhando muitos prédios. Eu postava com o ar condicionado ligado, agora estou de meias. Antes escrevia longe da família, agora estou na sala dos meus sogros e, daqui a algumas horas e uma curta viagem de carro, eu estarei na sala dos meus pais. Sentia saudade dos meus amigos paulistas, e agora sinto falta das amizades baianas.

Antes eu tinha um emprego, na verdade tinha três! Agora não tenho nenhum. Antes eu escrevia e escrevia e matutava em cima da minha tese de doutorado, e agora…. bom, isso não mudou ainda!!

Enfim…. nós voltamos para São Paulo na última quinta-feira. Estamos empolgados e ansiosos com o que vem por aí, tivemos dois anos bem gostosos na Bahia e aproveitamos demais, mas decidimos que estava na hora de voltarmos para perto da nossa família.

Estamos ansiosos por saber como será nossa vida daqui pra frente. Ainda não sabemos onde vamos morar, na verdade não sabemos nem ao certo em qual cidade será. Não sabemos qual igreja vamos frequentar, em quais ministérios vamos nos envolver, quem serão as novas pessoas que aparecerão na nossa vida, quais serão nossas opções de lazer, se vou ter padaria e supermercado perto de casa (sonho!!!), se teremos vizinhos legais, se o Luiz vai gostar do emprego novo, se eu vou arrumar um, se vou conseguir voltar a comer frango orgânico e se vou ter uma cozinha com um pouquinho mais de espaço para treinar meus escassos dotes culinários!!!

Nada disso é real ainda. Estamos acampados no momento, com as malas entre as casas dos pais e sogros, passando um pouco de tempo em cada um, e assim será pelos próximos 2 ou 3 meses. Estamos no meio do caminho! Saímos de lá… mas não “chegamos” ainda exatamente.

Parei para pensar e acho que estamos como estava o povo de Israel quando saiu do Egito e acampava no deserto a caminho da terra prometida sob a liderança de Moisés.

Empolgados por termos deixado uma situação (que estava BEM LONGE de ser como a escravidão do povo no Egito, rsrs, muito pelo contrário!!), e empolgados por estarmos em direção a uma nova etapa das nossas vidas, estamos aqui acampados pelos próximos 2 ou 3 meses, acertando as nossas vidas para chegarmos na nossa casa nova e vida nova. Mas estamos aqui, no meio do caminho…

….e ali no deserto, enquanto o povo de Israel também estava no meio do caminho…. muitas coisas aconteceram, e muitas lições pude aprender com eles.

Aprendi que a gente sempre sai super empolgada de um lugar em direção ao outro, mas é no meio do caminho que a nossa fé é mais provada.

Aprendi com o povo de Israel que o meio do caminho é um lugar onde eu serei bastante propensa a murmurar!  Sei que posso ser tentada a olhar pra trás e pensar, “puxa, por que eu fui sair de lá, eu tinha minhas coisinhas arrumadas, minha vista, bonita, meu emprego garantido, minha igreja boa, já sabia o melhor lugar de estacionar e onde tinha a carne mais fresquinha….”. Sei inclusive que posso ser tentada a murmurar dizendo que sinto falta de coisas que, enquanto na Bahia, eu não gostava!! “Ah, que saudade da maresia melando meus vidros, que falta que eu sinto de acordar às cinco da manhã e já estar um sol escaldante de 90 graus lá fora, que falta que eu sinto da amabilidade das pessoas no trânsito (rsrs)….” O povo de Israel fez isso no deserto!! Reclamou do maná, com saudade de coisas que provavelmente eles não tinham livre acesso enquanto cativos no Egito. E sei que faço isso no meio do caminho também. Reclamo, e reclamo, e reclamo toda vez que saio da minha zona de conforto.

Mas o meio do caminho também é um lugar em que a correção de Deus se manifesta de forma assombrosa na vida de seus filhos. Deus quer que eu viva para agradá-lo, independente das minhas circunstâncias. Se eu começo a murmurar o tempo todo no meio do caminho, não só a jornada se torna mais longa, como também duvido da bondade e do caráter de Deus, pois as minhas murmurações mostram quem eu realmente acho que tem razão: “Senhor, por que o Senhor me tirou de lá? Não era melhor eu ter ficado quietinha lá não?? Será que o Senhor não se enganou??” E Deus, que é fiel a Si mesmo e não pode negar o Seu caráter, me corrige nesta hora, assim como corrigiu o povo no deserto.

De tanto reclamar do maná e pedir carne, Deus literalmente deu carne ao povo. MUITA CARNE! Até eles não aguentarem mais. Até que o povo visse que Quem estava no controle REALMENTE estava no controle de tudo. Aprendi com o povo no deserto que, se eu achar que meus caminhos e minhas soluções são melhores do que as de Deus, Ele prontamente me corrigirá este pensamento orgulhoso e pecaminoso.

Por último, aprendi que o meio do caminho também é um lugar em que a provisão de Deus é certa. Eu não sei de nada ainda, mas eu sei quem está indo na frente!!!! E isso deve ser TUDO o que preciso saber. Deus provê. Deus não falta. Não falha. Não enxerga como o homem, e graças a Deus por isso. O desenrolar da história ainda é incerto para mim. Mas a cada dia as coisas vão se ajeitando, creio nisso!!! Creio nisso porque Deus é assim…. Ele supre. Sempre supriu! Quando eu cheguei na Bahia eu não conhecia nada nem ninguém, e hoje sinto saudade de tudo que Deus proporcionou a nós. Ele não fará de novo? Claro que fará!

Assim com fez ao povo no deserto. Mesmo Moisés sendo teimoso (como eu), medroso (como eu) e ter ficado por várias vezes muito nervoso (como eu), Deus mostrou sua provisão para com ele e com o povo por várias vezes. Várias. Com o maná. Com 70 conselheiros para ajudar Moisés a dirigir o povo. Até mesmo na hora da “bronca”, mandando carne em abundância para o meio do deserto para o povo literalmente se encher de carne e parar de reclamar! Deus provê. Ele é assim. E isso é tudo que eu preciso saber.

Estou no meio do caminho. Talvez você esteja também… em transição de algum lugar para outro, de um estado civil a outro, de uma carreira a outra…. que vençamos a tentação de murmurar… e que lembremos sempre que o mesmo Deus que nos dirigiu até aqui é o Deus que vai prover daqui para frente! E corrigir, sempre que necessário. Porque Ele é assim!

Beijos e boa semana!!

Naná…

obs: este texto foi inspirado na pregação “The land between”, que assistimos no SUMMIT 2010, ministrada pelo pastor americano Jeff Manion. A mensagem dele veio tão em boa hora para mim que acabou servindo de base para este post!!

obs2: para conhecer o texto bíblico que deu origem a esta mensagem, leia Números 11: 4-35. (para ler o texto online, clique aqui)

Anúncios
10 Comentários leave one →
  1. Sonia Maria Rente Gonçalves permalink
    novembro 22, 2010 3:27 pm

    Oi Naná….

    Que bom compartihar com vc desses momentos “de transicao”.
    Com vc aqui mais pertinho, na casa dos seus pais na Estância, como poderiamos fazer pra nos encontrar pessoalmente? Gostaria muito disso.

    Abraço Sonia

    • novembro 29, 2010 8:20 pm

      Sonia, obrigada pelo carinho! Gostaria muito de encontrá-la também, seria bem legal! Escreva para mim no e-mail do blog para combinarmos direitinho, ok?
      Abraços!

  2. Karina permalink
    novembro 22, 2010 3:57 pm

    Oi.
    Mensagem maravilhosa!!!!
    Estou no meio do caminho na minha tese e muitas e muitas vezes fico tentada a murmurar.
    Mas Deus tem me ensinado que os caminhos dele são melhores que os meus.
    Beijos.

  3. Viviane Garcia permalink
    novembro 22, 2010 5:14 pm

    Obrigada Naná, esta mensagem edificou meu coração hoje.
    Que Deus te abençoe muito e sempre.

  4. Bibi permalink
    novembro 23, 2010 4:33 am

    Me identifiquei…
    Obrigada mais uma vez pelo post tão edificante!!
    Beijo

  5. Elaine permalink
    novembro 23, 2010 3:12 pm

    Naná bem vinda ao estado de SP hehehe

    Obrigada por mais esse texto tão especial…e aguente firme …
    logo vc vai chegar!!!!

    Beijos

    Elaine

  6. Miriam Cunico permalink
    novembro 23, 2010 8:36 pm

    Querida, apesar das circustancias estamos muito felizes em saber que vocês estão na terra do casaco e das meias, rsrsss…. e para sua alegria mais perto da Maria Brigadeiro também, agora podemos marcar um dia para ir lá.
    Que linda mensagem, que conforto e consolo.
    Beijos,
    Miriam

    • novembro 29, 2010 8:21 pm

      Oba! Em breve vamos ao Itaim e quero marcar com você hein?!
      Beijos e obrigada!

  7. Patty permalink
    novembro 29, 2010 7:14 pm

    Nossa Naná!!!! É a mais pura verdade!!!! Desde a minha conversão tenho experimentado a grandeza do amor de Deus em nossas vidas e a semana passada participei do seminário Veredas Antigas o que provocou um impacto de proporções que ainda não consegui dimencionar de tão maravilhoso que foi. Suas palavras são sempre bem vindas ao meu coração de aprendiz da Palavra. Bem vinda de volta!!!! Bjao,

Trackbacks

  1. Tweets that mention No meio do caminho… « Blog Coisa Nossa -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: