Skip to content

Em meio à dor…

maio 15, 2012

Bom dia pessoal!

Nos últimos dias, na verdade últimas semanas, tenho recebido muitas notícias tristes. Pessoas queridas lutando contra enfermidades difíceis, famílias que perderam parentes queridos,  algumas amigas que perderam bebês durante a gestação, conhecidos que perderam filhos pequenos. São provações difíceis e dolorosas que tem atravessado a vida de pessoas próximas, e que invariavelmente também mexem conosco.

Lembrei de um poema muito muito famoso, que talvez você já tenha lido, talvez até mais de uma vez. Mas vale a pena “ler de novo”. Chama-se “Pegadas na areia”, de autoria da canadense Margaret Fishback Powers:

Pegadas na areia

Certa noite, sonhei que estava na praia com o Senhor, e, através dos céus, passaram cenas de minha vida.
Para cada ano que passava eram deixados dois pares de pegadas na areia, um era o meu e o outro do Senhor.
Quando a última cena da minha vida passou diante de nós olhei para trás e notei que, muitas vezes no caminho de minha vida, havia apenas um par de pegadas.
Notei também que isso só acontecia nos momentos mais difíceis do meu viver.

Isso aborreceu-me e perguntei então ao Senhor:
– Senhor! Tu me deixaste… Por quê? Se um dia me disseste que tu andarias sempre comigo. Notei que durante as minhas maiores
aflições, na areia do caminho da minha vida havia apenas um par de pegadas. Não entendo por que nas horas mais difíceis de minha vida tu me deixaste.

O Senhor me respondeu:
– Meu precioso filho, Eu te amo e jamais te deixaria nos momentos
das suas provações e do teu sofrimento. Quando viste na areia apenas um par de pegadas, foi porque exatamente aí, “Eu te carreguei nos braços.”

Que o consolo verdadeiro que essa bonita mensagem traz encha o nosso coração e dos nossos queridos que tem enfrentado momentos difíceis… com a certeza de que o nosso Pai está sempre, sempre presente!

Com carinho,

Naná

Anúncios
7 Comentários leave one →
  1. maio 15, 2012 12:26 pm

    Querida, Naná.
    O nosso Pai Celestial, sempre nos carregará no colo quando o chamarmos nas horas mais difíceis,pois ele nos ama incondicionalmente !!! Esse poema é de grande verdade !! Lindo e acalma a nossa alma.
    Bjs.

  2. Olivia permalink
    maio 15, 2012 1:24 pm

    Naná… mais uma vez, muito obrigada por postar exatamente o que estava precisando “ouvir”. 🙂 God bless you my dear friend!

  3. Vania permalink
    maio 16, 2012 4:39 pm

    Thanks….Sei que veio ao meio encontro também! Bjs

  4. Marilia Pasquini permalink
    maio 17, 2012 7:14 pm

    Oi Nana, vc nem imagina como foi importante pra mim ler esse poema! Eu já o conhecia, mas é incrivel como nos conforta em todos os momentos… Obrigada!

  5. maio 17, 2012 9:03 pm

    Lindo e perfeito. Só o nosso Pai faria isso, por seu grande amor a nós…

  6. junho 2, 2016 3:37 am

    Amém, amada!
    Graças a Deus por sua tamanha misericórdia por nós.

  7. junho 2, 2016 3:44 am

    Amém, concordo amada!
    Deus é fiel 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: