Skip to content

Sem mimimi!

janeiro 17, 2014

“E não se queixem, como alguns deles se queixaram – e foram mortos pelo anjo destruidor” (1 Coríntios 10:10)

Recentemente, a Ester aprendeu uma coisa nova. Ela aprendeu o “mimimi”. Às vezes, faz as coisas reclamando, emburra quando peço algo. Pode ser novidade aqui em casa, mas reclamar é coisa antiga!Se você pegar o capítulo 10 de 1 Coríntios e lê-lo desde o começo, verá que o versículo supracitado faz parte da descrição que Paulo fez do povo de Israel, para que servisse de exemplo a igreja de Corinto. Ele fala sobre os pecados graves que o povo cometeu enquanto estava no deserto, e como pagaram o preço por cada um deles: idolatria, imoralidade, colocaram o Senhor à prova… e murmuraram!

Interessante pensar que a murmuração entrou nessa lista, pois muitas vezes nós não a colocamos no mesmo “ranking” dos outros pecados mencionados. Frequentemente, cegas em nosso orgulho pecaminoso, consideramos “repugnante” os que praticam a imoralidade, mas aí chegamos em casa e começamos a reclamar. Reclamamos de tudo! Do serviço da casa, da bagunça das crianças, da faxineira que falta, do marido que atrasa, do marido que suja, da unha que lasca, do telefone que pifa, da internet que sai do ar. Fazemos nosso serviço ou vivemos a nossa vida reclamando, murmurando…. enfim, damos lugar ao “mimimi” tão facilmente que às vezes até esquecemos que é pecado!

Mas esse texto é um alerta. Murmuração, reclamação, é pecado sim!  Na verdade, você já deve ter ouvido, mas vale lembrar: murmurar é o oposto de ser grata. Ela reflete o descontentamento do nosso coração. É como se ela dissesse (e ela diz!): não estou satisfeita com o que Deus me deu. Mereço coisa melhor. Que emprego é esse? Que casa é essa? Que vida é essa?? Mimimi….

“Façam tudo sem queixas nem discussões, para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo”. (Filipenses 2:14-15)

Não caia na cilada de achar que murmuração não é pecado, ou então, que é um “pecadinho brando”. Para Deus, não existe isso. E se você tem dúvidas, releia 1 Coríntios, e verá que a murmuração é coisa velha, pecado antigo, que o povo de Israel já praticava no deserto… e pagou por isso.

Peça a graça de Deus para que você seja grata e não reclame, toda vez que for tentada e murmurar! Se é possível? Claro que é. Leia mais um pouco do capítulo 10 de 1 Coríntios e você vai encontrar um grande alento e esperança para os cristãos:

“Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel: Ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, Ele mesmo lhes providenciará um escape, para que o possam suportar”. (1 Coríntios 10:13)

Que Deus nos ajude a viver sem reclamar e nos encha de gratidão e humildade no coração!!! Um grande desafio, mas Ele é fiel e há de nos ajudar!!!

Beijos

Naná

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Vânia permalink
    janeiro 17, 2014 11:34 pm

    Acho que é mais fácil ensinar os filhos do que a nós mesmas… Me pus a ler este texto e lembrar do meu dia: meu Deus, como eu reclamo!!!! Que Deus tenha misericórdia de mim…ai ai…

  2. Ana Cristina permalink
    janeiro 18, 2014 11:08 am

    Quando a gente vê, já está murmurando. Essa praga se torna tão comum em nossas vidas,que nos esquecemos o quanto Deus abomina a ponto de comparar a murmuração com o pecado de feitiçaria. Obrigada por trazer essa palavra e nos lembrar de não murmurar. Deus te abençoe!!! (PS: como consegue tempo para escrever? Kkkkkkk)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: